A energia de 2022

A influência do Grande Benéfico

Júpiter é o planeta mais importante no que diz respeito a oportunidades, a sorte, a crescimento… Ele entra de novo no signo de Peixes, onde é especialmente forte, no dia 29 de Dezembro de 2021. Já entre Maio e Julho deste ano Júpiter tinha entrado nos primeiros graus de Peixes, trazendo-nos maior confiança e esperança na vida. Desta vez, Júpiter vai transitar rapidamente por todos os graus de Peixes, até dia 10 de Maio, altura em que ingressa a Carneiro, para voltar a revisitar Peixes entre 28 de Outubro e 20 de Dezembro.

Júpiter em Peixes ajuda-nos a estar mais em contacto com os nossos sentimentos, pensamentos e experiências. Esta é uma energia linda, em que nos aproximamos da nossa Alma, em que aprendemos a estar mais em silêncio e a ouvir a energia subtil que tudo permeia.

É um tempo para percebermos claramente como estamos todos ligados, como somos todos Um. Com esta energia, temos a oportunidade de fortalecer e aproximar relações, através de uma verdadeira cura emocional e do desenvolvimento de uma maior compaixão, uma maior compreensão do lado do outro.

Esta é uma fase de ganho de esperança, porque estaremos mais sintonizados com os nossos corações, mais dispostos a alinhar-nos com a nossa consciência divina, e a agir mais propositadamente de acordo com a missão da nossa Alma.

Júpiter, sendo o regente de Peixes, funcionará muito bem nesta fase, trazendo-nos oportunidades de crescimento e um sentimento de maior fluidez nas áreas da nossa vida influenciadas por este trânsito (em que casa do seu mapa natal ocorre este trânsito?).

Durante a sua passagem pelo último signo do zodíaco (Peixes), Júpiter faz uma conjunção com Neptuno, exata no dia 12 de Abril, mas cuja energia podemos aproveitar principalmente durante os meses de Março e Abril.

Neptuno é o regente moderno de Peixes (antes de ser descoberto, esta honra cabia apenas a Júpiter), portanto, temos os dois regentes deste amoroso signo, juntos e em casa. A última vez que experienciámos esta energia foi em 2009. Lembrar o que aconteceu a nível pessoal nesse ano poderá dar pistas acerca do que nos espera em 2021.

Vamos notar um crescimento do nosso lado espiritual, a nossa percepção torna-se mais subtil, mais aguçada para além dos sentidos físicos. Vai haver maior seguimento de práticas religiosas e/ou espirituais, no geral.

É um tempo de expandirmos a fé e de dissolvermos barreiras entre nós, assim como as barreiras que nos separam dos nossos sonhos.

A vida quotidiana e rotineira faz-nos sentir um pouco vazios ou com algo em falta e vamos mesmo sentir-nos mais impelidos a procurar algo superior a nós, algo que nos dê um maior sentido, algo que nos deixe escapar do sofrimento, transcender o sofrimento da vida na Terra.

A nossa imaginação enriquece-se bastante, temos uma ligação muito mais forte ao imaginário colectivo, às memórias e aos sonhos do mundo… É tempo de sonhar com novas possibilidades! As áreas artísticas também crescerão bastante.

Como nos sentimos mais ligados a tudo e a todos nesta fase, aprendemos a ser (ou lembramo-nos de ser) mais humanitários, mais altruístas e generosos, estaremos mais dispostos a fazer sacrifícios se isso significar contribuir para um mundo melhor, para o «maior bem de todos».

Esta energia é quase totalmente benéfica, contudo, nem todos estão no mesmo nível de evolução e o mundo não vai ter uma cura milagrosa e repentina de todos os seus males. Teremos tendência para elevar os nossos ideais e os nossos sonhos a um patamar bastante superior. No entanto, poderemos não estar totalmente dispostos a agir de uma forma prática e realista, o que resultará em alienação e desilusão… As coisas podem acontecer, mas a nossa parte também tem de ser feita, há sempre um trabalho que tem de ser realizado a nível físico, a nível material, para concretizar os nossos sonhos. Quando sonhamos alto e tomamos alguma ação em direção ao nosso objetivo, mesmo que não o alcancemos completamente, podemos avançar muito, o que não aconteceria se desistíssemos dos sonhos ou se deixássemos de acreditar nas possibilidades.

E ainda bem que estamos mais sensíveis ao que os outros sentem, porque poderá haver, à nossa volta, pessoas que escolhem formas mais negativas de escapar ao sofrimento (como drogas e álcool, por exemplo), o que apenas o vai aumentar a longo prazo. Estejamos presentes para nos entreajudarmos e para fazermos do mundo um lugar com mais compreensão, mais compaixão, mais perdão e mais Amor. Amor Incondicional, aquele que surge em nós quando nos sintonizamos com a nossa Alma, aquele que não precisa de um objeto (pessoa para amar), que apenas É, que apenas Somos e que podemos irradiar para quem mais precisa.

Entre 10 de Maio e 28 de Outubro, fazemos um interregno neste curso intensivo da Alma, leccionado por Júpiter em Peixes, para fazermos a introdução ao curso de «acção em novos territórios», enquanto Júpiter viaja pelos primeiros nove graus de Carneiro (signo onde esteve pela última vez em 2010/2011).

Depois de sonharmos em grande, está na altura de fazermos acontecer, de criarmos oportunidades. É tempo de ter mais iniciativa, de inovar, de demonstrar mais coragem. Que áreas da nossa vida estão a precisar de, simplesmente, renascer, com toda a pujança de um início entusiasmante?

Como Júpiter está relacionado com a nossa filosofia de vida, enquanto ele estiver em Carneiro podemos sentir-nos mais identificados com as nossas opiniões, crenças e perceções e devemos estar atentos para não tomarmos como um ataque pessoal cada vez que alguém demonstrar uma opinião diferente…

Carneiro é o primeiro signo do zodíaco e, portanto, a entrada de Júpiter nesta área simboliza o entusiasmo de conhecer novos territórios, simboliza a sorte que protege os audazes. É altura para ganharmos confiança e para aprendermos a liderar melhor, nem que seja apenas a nossa vida. Esta já não é uma altura para nos deixarmos andar ao sabor da maré, mas é, isso sim, uma fase para acreditarmos mais em nós próprios, experimentarmos novos caminhos, novas formas de agir. É uma oportunidade para ganharmos confiança e seguir em frente.

As atividades físicas, desportivas e competitivas serão alvo de enorme crescimento, teremos mais vontade de nos movimentarmos, de cuidar do nosso corpo e da nossa aparência.

Devemos ter alguns cuidados, devemos tentar manter a consciência desperta para a tendência em irmos depressa demais; em estarmos demasiado focados em nós próprios, esquecendo as necessidades ou perspetivas dos outros; em cair no erro do excesso de auto-confiança (normalmente, quando achamos que sabemos tudo é porque não sabemos quase nada).

A influência do «senhor do karma»

Saturno vai continuar a transitar pelo signo de Aquário, mantendo-nos a olhar seriamente para o futuro. A boa notícia aqui é que o «Senhor do Karma» já não é uma presença nova nesta área e portanto, já estamos mais capazes de superar as dificuldades e as limitações que surgiram.

Em 2022 estaremos mais focados em fazer o que temos de fazer para criarmos um futuro melhor. Estaremos mais dispostos a experimentar e desenvolver novas ferramentas e maneiras de trabalhar. Será um ano de muita inovação e avanços científicos importantes.

O desenvolvimento da humanidade, das sociedades em que nos inserimos, continuará a ser objeto de atenção e mudança. A luta pela igualdade entre todos continuará intensa.

Existe a tendência cada vez maior para que a população ganhe responsabilidade, autonomia e autoridade. A necessidade da liberdade e a consciência da igualdade continuam a surgir como assuntos atuais, em que o esforço pela mudança e pelo avanço tem de ser feito pela comunidade (que não deve esperar ordens de cima).

Uma pessoa a pensar de forma diferente pode não conseguir mudar totalmente o mundo, mas quando tem a coragem de expor e defender aquilo em que acredita, a sua mensagem acaba por ressoar pelo mundo, reunindo aqueles que têm a mesma visão. Quando há união entre nós, nasce o poder de mudar o mundo. O nosso círculo de amizades, a nossa família alargada, as organizações ou associações a que pertencemos são de maior importância agora. É tempo de nos ligarmos de forma propositada, com intenções claras. É tempo de cuidarmos das nossas ligações sociais, de ganharmos estabilidade nesta área (iremos precisar, mais tarde). De que formas podemos ajudar-nos uns aos outros, contribuir para um maior bem estar de todos (agora e futuramente)? O que de melhor podemos construir juntos?

O Eixo do Destino nos signos de Touro e Escorpião

A Cabeça do Dragão vai passar para o signo de Touro e a Cauda do Dragão vai transitar pelo signo de Escorpião. Isto significa que, em 2022, vamos ter de equilibrar estas duas energias em nós, caminhando na direção de Touro. O que quer dizer que vamos ter de aprender a libertar-nos de preocupação e medos excessivos. Está na altura de ganharmos paciência e de cultivarmos a simplicidade. A resposta mais simples pode ser a melhor resposta. 2022 vai ensinar-nos a cultivar a gratidão nos nossos corações, a estar mais presentes.

Devemos cuidar melhor da nossa ligação à Terra e à vida material, ao corpo físico. Atividades no campo e na natureza em geral, jardinagem, agricultura serão bastante beneficiadas e estarão em crescimento, tal como atividades relacionadas com o campo dos sentidos: massagem, perfumaria, música, gastronomia, estética, decoração… É uma fase para aproveitarmos melhor o nosso corpo físico e os prazeres que ele nos dá.

As finanças vão estar em grande foco e vamos entrar numa fase em que é necessário adotar novas estratégias que levem a um crescimento dos rendimentos, a orçamentos mais equilibrados. Estamos no caminho para nos sentirmos cada vez mais auto-suficientes, capazes de conseguir o que pretendemos através dos nossos próprios recursos, subindo mais um nível na mestria financeira.

O ponto mais importante representado por Touro é o sentido de valor próprio. Nesta fase é provável que vejamos mais as pessoas a acumular posses e objetos, como se isso fosse o seu objetivo de vida. As pessoas, muitas vezes, associam as coisas que têm ao seu próprio valor pessoal. Quanto mais têm, melhor se sentem (em princípio). Acontece que isso acaba por não funcionar, apenas resulta em compras e aquisições compulsivas. E em 2022 estaremos a tentar libertar as nossas compulsões. Portanto, teremos de trabalhar verdadeiramente o nosso sentido de valor pessoal, teremos de fazer crescer a nossa auto-estima, cultivando as nossas capacidades e talentos, ao mesmo tempo que apreciamos as nossas qualidades e recursos já existentes – esta é uma receita certeira para um maior sentimento de abundância.

2022 pode ser um ano em que construímos algo importante para nós, estamos a criar uma base sólida e estável e não devemos apressar-nos. É suposto levarmos o nosso tempo para estabelecermos e ampliarmos a nossa zona de conforto. Devemos respeitar o corpo, satisfazendo as suas necessidades, uma boa nutrição e repouso adequado, entre outros cuidados. Essa é a base essencial, que depois nos apoiará no desenvolvimento do amor-próprio e da auto-confiança.

Em Julho e Agosto, sentiremos a conjunção entre a Cabeça do Dragão e Úrano em Touro. Este será um desafio à nossa estabilidade, pois simboliza um enorme salto em diante. Acontece que precisamos de saber antes para onde queremos saltar, de que formas estamos dispostos a alterar aspectos fundamentais da nossa vida. Esta energia convida-nos a dar reviravoltas surpreendentes, que são sempre mais agradáveis quando são iniciadas por nós. Existe um enorme potencial para alterações de formas de sustento e de sustentabilidade. O futuro estará mais presente do que nunca e estaremos muito conscientes disso.