Iluminando as sombras

Hoje, a Lua ainda anda por Touro, numa conjunção com Vénus (ao anoitecer vê-se uma Vénus muito brilhante próxima da Lua) e num aspeto positivo aos planetas em Capricórnio. Isto ajuda-nos a encontrar a beleza em nós e no que nos rodeia, a apreciar as coisas boas que temos Agora, e a aproximarmo-nos uns dos outros, na medida do possível. Eleva-se e aprofunda-se o sentimento de Amor, que nos ensina a «negociar», que nos impele a dar o melhor de nós e, portanto, nos ajuda a mudar.

Estamos a enfrentar «sombras», mas maiores do que aquelas que estão lá fora, são as que temos dentro. Dessas não podemos fugir, dessas não nos conseguimos esquecer. E são essas «sombras», essa «negridão» dentro de nós que precisamos de reconhecer e de transformar. O mundo cura-se uma pessoa de cada vez. E enquanto colocarmos a razão de todos os nossos males lá fora, nos outros, nas circunstâncias… continuamos a abdicar da responsabilidade de mudar o que podemos mudar, continuamos a abdicar do nosso poder.

O nosso poder está em assumir a responsabilidade pela nossa vida. Temos de viver em determinadas circunstâncias, certo. As pessoas com quem temos de conviver são assim e assado, fazem isto e aquilo. Certo. Mas viver apenas em resposta e reação pelo que vem do exterior (circunstâncias e comportamentos de outros) é abdicar de poder e de responsabilidade.

Cada um de nós é responsável pelo que faz, pelo que diz, pelo que pensa. Mesmo que não goste dessa responsabilidade, ela existe. E só quando se aceita plenamente esta responsabilidade, é que se percebe o poder que temos em mãos e que, vezes demais, damos de mão beijada a outros, que acabam por nos controlar, sem termos a mínima noção.

O que poderíamos fazer de diferente se nos assumíssemos verdadeiramente responsáveis pela nossa vida, pelo nosso bem-estar, pela nossa felicidade? O que poderíamos fazer de diferente se acreditássemos realmente que cada um de nós, com pequenas e grandes ações, pode e deve contribuir para melhorar a vida do próximo?

Quando a escuridão é grande, é tempo de elevar a Luz (Amor, Confiança, Verdade, Compaixão). E elevar a Luz é responsabilidade de cada um de nós, por menor que seja a influência que achamos que temos.

Se conseguimos viver hoje com mais confiança naquilo que somos capazes, se conseguimos hoje perdoar e evitar os erros que cometemos ontem (a falta de paciência, os exageros, o egoísmo…), se conseguimos hoje dar o nosso melhor, se conseguimos hoje agradecer e aproveitar o melhor que temos (o dom da vida, a saúde, a família…), estamos a abraçar a nossa responsabilidade de contribuir para um mundo melhor, estamos a elevar a Luz no mundo. Uma pessoa de cada vez, uma família de cada vez, e o Mundo eleva-se…

Somos todos um.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: