Eclipse Solar em Caranguejo

21 de Junho

Fazer as pazes com o passado, reencontrar a segurança interior

A Lua entrou ontem (dia 14) em Carneiro, chamando-nos para a ação, trazendo energia para nos mexermos e para remexermos as nossas vidas, para nos renovarmos, para renovarmos alguma coisa.

Hoje, dia 15, é dia de ultrapassar obstáculos, de darmos mais um passo para nos conquistarmos, face às nossas resistências. É bom mantermos a mente aberta para perceber até que ponto temos a capacidade de alterar a nossa realidade para melhorarmos as nossas condições de vida e de que forma podemos alterar-nos a nós, transformar-nos, para melhorar a nossa interação com o mundo e com os outros. Devemos lembrar-nos de que estamos em época de eclipses e que as decisões e mudanças que fizermos agora vão determinar a energia dos próximos largos meses (pelo menos).

Entre os dias 16 e 18, a Lua passeia pelo signo de Touro. Assim que aqui entra, faz uma quadratura com Saturno (que está em Aquário) e uma conjunção com Úrano. Isto quer dizer que temos de encarar o «buraco» que existe entre o que temos agora e o que acreditamos que devíamos ter. Cria-se uma sensação de insuficiência, de falta, de dificuldades, que normalmente está enraizada no sentimento interior de subvalorização, ou até na falta de gratidão. É uma boa fase para tentarmos dar mais valor ao que temos ao nosso dispor e para trabalhar no sentido de acrescentarmos valor: a nós, às nossas vidas, às vidas de quem nos rodeia. O que está ao nosso alcance fazer para nos enriquecermos, para enriquecermos as nossas vidas, as vidas dos outros? De que formas podemos aproveitar, agora, o esplendor da vida? Os desafios servem para nos redirecionarmos. Quais são as nossas prioridades? Será que não devemos agora redefinir as nossas prioridades? Muitas vezes deixamo-nos andar distraídos e desviamo-nos daquilo que são os nossos objetivos mais importantes. Estes dias são excelentes para nos voltarmos a realinhar com os nossos valores mais altos – só isso será o suficiente para nos voltarmos a sentir num estado de fluxo e abundância.

Dia 18, Mercúrio fica retrógrado em Caranguejo. Começa uma fase de grande importância na reintegração de memórias emocionais. Somos convidados a visitar o passado e a reinterpretá-lo, equilibrando as emoções com um pouco de lógica, de desapego. Esta pode ser a base para criarmos uma maior segurança interior. Devemos ter atenção para não nos protegermos em demasia, criando uma barreira que afasta os outros. A nossa intenção deve ser revisitar situações emocionais para as percebermos e integrarmos (aprendendo e crescendo), não para nos perdermos nelas.

No dia 19, a Lua, já em Gémeos, faz conjunção com Vénus, trazendo conversas agradáveis, uma maior predisposição para aprender, para perceber os outros. Vénus, onde toca, traz harmonia e, neste dia, harmoniza as nossas emoções, ajudando-nos a expressá-las da melhor forma. Sabemos que as emoções nos controlam muito e é de extrema importância aprender a suavizá-las, para nos fazermos entender da melhor forma, para chegarmos aos melhores acordos. Este dia será bom nesse sentido – estaremos mais dispostos a ver o lado bom (e belo) das coisas e a abrir-nos a outros pontos de vista.

No dia 20, o Sol faz uma conjunção exata com a Cabeça do Dragão, fazendo com que, por volta deste dia, haja uma vontade maior de seguir em frente, de explorar caminho. Com tantos planetas retrógrados, estes caminhos não serão totalmente novos, mas levar-nos-ão em frente, sem dúvida.

A energia do eclipse de dia 21 (que coincide com o solstício de Verão) permeia todos estes dias. Será um eclipse solar em Caranguejo, com o Sol e a Lua no primeiro grau deste signo. É uma energia de inícios, de reinícios. é uma energia que nos traz um maior contacto connosco próprios, para percebermos o que está por trás dos nossos comportamentos, para percebermos o que podemos fazer para nos sentirmos melhor na nossa pele, na nossa casa, na nossa família. Devemos ter atenção, durante esta semana, aos vícios que temos desenvolvido com o intuito de nos protegermos de emoções fortes, que achamos dolorosas ou negativas. É fundamental sermos verdadeiros com o que sentimos, pelo menos para nós próprios. Para seguirmos em frente, como desejamos, temos de fazer as pazes com o passado, com a educação que tivemos ou não, com o conforto que nos faltou em tempos, com o apoio que não nos deram quando precisámos… Mas, principalmente, com os momentos em que não fomos o melhor «Eu». Esses momentos foram necessários para chegarmos ao «Eu» que somos hoje. É altura de libertar mágoas e amarguras, para criarmos, com Verdade, o nosso porto seguro. É altura de trabalhar o interior, alimentar a nossa base, fortalecer as nossas raízes e os nossos laços familiares, de nos cuidarmos e de cuidarmos dos nossos. É altura de abraçar, de recriar o conforto do colo, de cultivarmos o sentimento de pertença, de nos aproximarmos verdadeiramente. É altura de fazermos o que for preciso para nos voltarmos a sentir «em casa», para nos voltarmos a sentir seguros.

2 opiniões sobre “Eclipse Solar em Caranguejo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: