Usar o passado para seguir em frente

Lua Nova em Caranguejo em oposição a Saturno – 20 de Julho

2020 dá-nos duas Luas Novas em Caranguejo, insistindo na cura dos sentimentos, na cura da criança interior.

Esta segunda Lua convida-nos a viajar ao passado, onde estão as chaves para abrir a porta que temos em frente.

Embora queiramos muito seguir em frente, há coisas inacabadas ou por resolver que nos prendem.

Saturno faz uma oposição à Lua e ao Sol, lembrando-nos que é preciso esforço, trabalho, dedicação, paciência e perseverança em qualquer que seja o nosso objetivo agora.

Aquilo que queremos não vai cair do céu, depende de nós. E em alguns casos, depende também do tempo.

Esta é uma fase para trabalharmos a nossa segurança interior. E é normal que nos sintamos inseguros. Até que ponto deixámos o mundo ditar quem devíamos ser? Até que ponto abandonámos a responsabilidade de cuidar de nós próprios e da nossa felicidade? Até que ponto temos vindo a ignorar e esconder o que sentimos?

Este é um ano de enorme introspeção, com um potencial de transformação nunca antes visto por nós…

A Lua Nova de amanhã, dia 20, é mais uma oportunidade de reset interior, para os corajosos que querem agarrar o próprio destino nas mãos e que querem mesmo fazer a sua parte para mudar a sua própria vida.

Na falta desta coragem, amanhã será apenas um dia difícil, em que o foco está naquilo que falta, naquilo que não é possível, naquilo que perdemos, naquilo que não fomos capazes…

E que tal se fizermos uma escolha consciente para nos esforçarmos realmente, sem nos perdermos nos «erros» do passado? Podemos ser levados a relembrar experiências passadas, mas elas só devem servir como aprendizagens. São níveis anteriores no jogo da vida.

A melhor forma de aproveitar o início deste ciclo lunar é:

  • Restabelecendo uma alimentação nutritiva, restringindo aquilo que sabemos que não nos faz bem;
  • Dando-nos tempo para descansar verdadeiramente, em vez de apenas vestirmos a pele de zombies de telemóvel na mão e televisão à frente;
  • Cuidando da nossa casa;
  • Fortalecendo laços familiares;
  • Dedicando mais tempo àquilo e àqueles que nos fazem sentir seguros, mais dentro da nossa pele;
  • Libertando apegos a objetos;
  • Libertando apegos emocionais.

Este último pode ser difícil: libertar apegos a emoções. Mas é essencial para uma mudança positiva. Às vezes apegamo-nos tanto a uma determinada emoção (raiva, tristeza, medo, insegurança, ressentimento…) que acabamos por absorvê-la na nossa personalidade. Seria excelente perceber até que ponto tomámos emoções como partes de nós. Esse reconhecimento é o ponto de partida para nos distanciarmos daquilo que sentimos e acabarmos por alterar o nosso corpo emocional. Não seria muito melhor se nos habituássemos a sentir paz, amor, segurança, confiança, …? Isto não acontece do nada, pois… Mas também não precisa necessariamente de condições externas. Sentimentos bons podem ser cultivados por nós, se trabalharmos os nossos pensamentos, a nossa interpretação da vida e dos outros. Na vida, tudo tem dois lados (pelo menos). É nossa responsabilidade escolher o lado mais positivo ou o mais negativo.

Hoje e amanhã temos a oportunidade de perceber onde estão as correntes que nos prendem, onde estão os impedimentos para nos sentirmos mais seguros e mais felizes.

Ao mesmo tempo, descobrimos ou redescobrimos as formas de nos desacorrentarmos. Devagar, a pouco e pouco, vamo-nos libertando…

Tornam-se óbvias as múltiplas formas em que nos limitámos a nós próprios, ao longo de anos… Podíamos sentir-nos sozinhos contra o mundo, mas não estamos sozinhos. Muitas vezes, para ter ajuda, basta pedir – a maioria das pessoas fica feliz se puder ajudar.

Contudo, é muito importante não nos abandonarmos à total mercê das ondas. Os desafios de cada um são precisamente aqueles que o levam pelo caminho evolutivo que precisa. Isto significa que para cada desafio que nos é apresentado, temos de descobrir dentro de nós a capacidade de o ultrapassar. Descobrir essa capacidade quer dizer que ela existe. Cada um de nós tem a capacidade de ultrapassar os seus desafios.

Só é preciso, finalmente, acreditar e confiar em si próprio.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: