Libertar Tensões, Reinventar a Vida

Lua Cheia em Escorpião – 27 de Abril de 2021, 3:33

Na última semana, temos sentido a imprevisibilidade de Úrano. Podemos ter tido surpresas mais ou menos chocantes, podemos ter sentido claramente o caos a querer instalar-se. Acontecem coisas que não esperávamos, mas, por outro lado, sentimo-nos prontos para grandes mudanças.

Estamos numa fase extremamente importante deste ano, porque a passagem de Vénus, Mercúrio e do Sol em Touro, onde está Úrano, activa e potencia a quadratura entre Saturno e Úrano, que marca todo o 2021.

É uma fase difícil, mas não é necessariamente má.

É uma fase para nos tornarmos muito conscientes daquelas que são as nossas limitações e para nos adaptarmos.

De repente, torna-se óbvio que nos falta tempo, que o tempo passa depressa demais. Sentimos pressão vinda de todo o lado. E temos um desejo soberano de liberdade e libertação, de chegar já ao futuro, àquele lugar paradisíaco em que tudo é maravilhoso, onde o stress deixou de existir, as dores no corpo desapareceram, os chefes deixaram de nos atormentar as ideias, os filhos comportam-se como anjos e as saudades de quem foi por outro caminho transformaram-se apenas em felicidade pelos momentos partilhados…

Acontece que se esperamos que o futuro aconteça por si só, continuaremos a ter surpresas desagradáveis.

Este momento é de grande importância para fazermos alterações e ajustes na nossa vida para melhorarmos as nossas circunstâncias no caminho adiante.

Nesta vida, não temos realmente todo o tempo do mundo. Temos um tempo finito, temos um prazo e não sabemos qual é. Devemos fazer o nosso melhor para aproveitar o tempo que temos, para não deixar mágoas nem pontas soltas…

Não é altura de deixar coisas para amanhã ou para daqui a uns tempos. É agora, neste momento que temos, agora, que sabemos que estamos aqui, que devemos fazer, dizer, colocar em andamento. É agora que devemos aproveitar o mundo, a presença de quem amamos, o esplendor da vida.

Esta Lua Cheia leva-nos a sentir com muita intensidade as energias que correm abaixo da superfície, em nós e nos outros. Sentimos claramente todas as dimensões humanas com que estamos a trabalhar agora. E enquanto nos debatemos entre medos e esperanças, entre sonhos e incertezas, entre alegrias e desgostos, entre prazeres e dores… podemos reconstruir-nos, optar por crescer, escolher focar as melhores facetas da vida.

O signo de Escorpião traz-nos outra mensagem importante: é tempo de nos unirmos verdadeiramente. A sensação de limitação é atenuada pela entreajuda. Cada um de nós pode estar a sentir que lhe falta segurança, confiança ou conforto de alguma forma. Os tempos de isolamento em que vivemos podem estar por trás de muitos desses sentimentos.

Um dos nossos trabalhos nesta fase é fazer reaproximações, reuniões conscientes. Curar laços familiares, criar uma estrutura familiar mais amorosa, mais unida, mais respeitadora das diferenças. As amizades são também trabalhadas e reformuladas. Numa altura em que nós e o mundo mudamos tanto, é natural que algumas pessoas se afastem e outras se aproximem. As pessoas que temos em redor são sempre as pessoas ideais para nos ajudarem no nosso processo de evolução.

É tempo de tomarmos resoluções sérias acerca do que pretendemos para o nosso futuro e de agirmos em conformidade. Não devemos deixar que erros do passado nos travem, mas devemos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para aprender e mudar.

Aliás, «mudar» é uma palavra chave agora. E se não for a bem, por nossa iniciativa, é sempre mais doloroso. É altura de alargar a nossa zona de conforto. Aquilo que vivemos, o sofrimento que passamos, os erros que cometemos, os corações que tocámos, os sorrisos que nos enterneceram, tudo o que nos construiu, é agora matéria prima pronta a ser transformada para produzir uma nova vida. Crescemos. A partir daqui temos de colocar o pezinho em terreno desconhecido. Temos de continuar a crescer, temos de nos desafiar, porque a vida é isso: a Vida é ter coragem de mudar, de aceitar as incertezas, de aceitar os medos e as dores, e continuar em frente, movidos pelos nossos sonhos e pelo Amor que vamos aprendendo a alimentar, cada vez mais.

Podemos não ter todo o tempo do mundo nesta vida, mas temos tempo suficiente para fazer a diferença na vida de alguém.

Não é tempo de nos lamentarmos, é tempo de nos valorizarmos e de valorizarmos a vida.

É tempo de sermos melhores do que temos sido até agora – a culpa não serve de nada, ações e atitudes diferentes é que são necessárias.

É tempo de unir esforços e recursos para fazermos as nossas conquistas.

É tempo de fazer as alterações necessárias para nos sentirmos melhor e mais à vontade na nossa pele e no nosso corpo.

Em resumo, estamos a fazer um gigante «ponto de situação», entre o que já aconteceu de importante nas nossas vidas e aquilo que queremos que aconteça. Estamos a perceber o que nos prende e como nos libertarmos. Estamos também a conhecer mais profundamente as novas versões de nós próprios que estamos a acabar de atualizar. Neste processo, estabelecemos uma base de autoconfiança, um porto seguro de onde devemos expandir-nos muito em breve.

A vida espera-nos para que a construamos, para nos construir. Mas não espera para sempre.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: