Lua Nova em Escorpião

Revolução Transformadora – 4 de Novembro de 2021

Novembro começa com uma Lua Nova em Escorpião, no dia 4 (21h16). Os dias anteriores à Lua Nova são normalmente dias de limpeza e purga, em que nos preparamos para um novo ciclo. Desta vez, isso é ainda mais necessário. É altura de dar a volta aos armários, às gavetas, aos cantos e recantos, para nos livrarmos de tudo o que já não nos faz falta e que temos deixado assentar, criando estagnação. Isto é válido a nível físico, na arrumação da casa, por exemplo, mas também (e principalmente) a nível psicológico.

É imperativo que tomemos resoluções. Nesta fase que passamos, as limitações que sentimos não são propriamente novas, estamos a lidar com restrições que já nos são conhecidas, com medos que já nos são familiares. Sabemos bem que esforço temos de fazer para ultrapassar determinadas fraquezas e falhas das nossas circunstâncias atuais…

Logo, esta é a altura ideal para virarmos o jogo, para trabalharmos de forma a nos superarmos num ou noutro ponto.

Úrano apadrinha esta Lua Nova, com uma oposição, trazendo muitas alterações e novidades. Mas, como sempre, as mudanças são sempre melhores quando tomamos a iniciativa. Temos uma excelente oportunidade para alterar as nossas circunstâncias, mas isso tem de estar ligado a uma consciência desperta para o Bem e aberta para o sacrifício em prol de um Bem Maior. Teremos de abrir mão de algumas coisas em nome de uma maior estabilidade futura.

Devemos ter maior atenção e observar além do que é aparente. Esta é uma altura em que é mesmo muito importante perceber em que é que estamos a apostar. É altura de ganharmos intensidade e intencionalidade em tudo. É importante procurarmos perceber as consequências secundárias (e terciárias) das nossas ações mais e menos pensadas.

A todo o momento estamos a receber os resultados das nossas ações passadas, através das circunstâncias que temos atualmente (o estado das nossas relações, do nosso trabalho, da nossa saúde, da nossas finanças…). Quando o feedback da vida não é totalmente favorável, pode haver a tendência, da nossa parte, para a auto-comiseração, o que não nos leva a lado nenhum. Nesta Lua Nova, temos uma oportunidade muito clara para dar a volta às coisas, assim que alinhemos as nossas intenções com propósitos maiores.

A época de Escorpião lembra-nos de magia, aquela forma de fazer acontecer coisas de forma propositada, através de meios desconhecidos. Nesta fase, as pessoas estão muito mais sensíveis às energias subtis que nos rodeiam e é uma boa altura para nos aproximarmos mais e de aprendermos a trabalhar melhor com este tipo de energias.

Existe algum (ou muito) medo quando se fala deste tipo de coisas. O medo é originado, neste e em muitos outros casos, pela falta de conhecimento. Acontece que nós, sendo humanos, não existimos apenas numa dimensão física, onde tudo é mensurável, visível ou sensorial. Temos dimensões psicológicas e espirituais e, queiramos ou não, tenhamos ou não consciência, operamos em diversas dimensões, algumas «ocultas». Portanto, mesmo uma pessoa que diga que não acredita numa data de coisas, está sempre a gerar um campo de energia subtil e a interagir com outros campos de energia subtil existentes.

O que quer dizer que, acreditemos ou não, trabalhemos ou não propositadamente com energias «ocultas», estamos sempre a interagir energeticamente.

Existe um ditado interessante, importante neste momento: «De boas intenções está o inferno cheio», e também se costuma dizer «Cuidado com o que desejas, porque pode realizar-se». As boas intenções são essenciais para o paraíso (sendo que o inferno e o paraíso podem ser a forma como vivemos na Terra). O desejo do Bem, para nós e para os outros, é o que nos ajuda no caminho da felicidade. No pior dos casos, uma boa intenção que não leve a uma ação, não levaria a lado nenhum, porque não ser suficientemente forte. Por outro lado, é importante sabermos que nem sempre sabemos o que é o «Bem Maior», às vezes conseguimos apenas identificar pequenas satisfações que não nos levam ao Bem Maior. Por isso, uma intenção, um desejo, para serem bons, devem ser sempre direcionados para o Maior Bem de todos.

Há coisas que não nos cabe a nós julgar, pois há sentidos ocultos em tudo ou quase tudo e nós, na maioria das vezes, não temos conhecimento de todos os ângulos de uma questão. Aquilo que hoje parece um «mal», pode ser necessário para a ocorrência posterior de um Bem Maior, que não aconteceria de outra forma: há males que vêm por Bem e essa é uma das razões pelas quais devemos ter cuidado com o que desejamos. O desejo em si não é errado, mas deve ser feito a partir de uma vontade pelo Bem Maior, porque tudo o que semeamos acaba por voltar a nós, mais cedo ou mais tarde. E às vezes nem nos damos conta do que andamos a semear. Por exemplo, quando compramos uma peça de roupa, um objeto para a casa, quando bebemos café,… nem sempre temos a completa noção de quem e do que estamos a apoiar. Será que estamos a apoiar o respeito pelos recursos do planeta? Será que estamos a apoiar um comércio justo, postos de trabalho dignos?

Esta Lua Nova em Escorpião é uma boa altura para semear com uma consciência mais alargada do que queremos desenvolver e do que temos de sacrificar.

Devemos ter cuidado com obsessões e compulsões, fazendo o possível para nos controlarmos e direcionarmos melhor as nossas ações. Isso significa que é uma boa altura para nos afastarmos do nosso modo reativo, tentando criar novas formas de gerirmos a nossa mente e, portanto, a nossa vida.

Estamos perante uma etapa transformadora, com potencial para uma aproximação verdadeira com os outros e, como tal, precisamos de encarar conversas desafiantes e que nos permitem ver mais dentro de nós. Quando decidimos aproximar-nos mais de nós, mais dos outros, temos de partilhar segredos, assumir medos e vergonhas, temos de despir a alma, de maneira a conseguirmos crescer e a conseguirmos unir-nos.

A Lua Nova em Escorpião é uma boa altura para mergulharmos na nossa psicologia e nos percebermos/conhecermos mais intimamente.

Traz alterações a nível dos recursos partilhados (como dinheiro gerido pelo casal, empréstimos, impostos,…)

É uma boa fase para iniciar um projeto ligado às «ciências ocultas».

Esta Lua Nova traz o fim de uma fase, leva a nossa atenção para os reinícios, para a reciclagem, para o renascimento,…

A Lua Nova em Escorpião chama-nos para agarrarmos o nosso poder, o que vem de assumir o controlo daquelas partes de nós que funcionam em piloto automático e que nos levam a reagir, em que somos obcecados/compulsivos e em que nos temos deixado manipular pelo nosso medo.

É altura de renascermos!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: