A época de Sagitário – encontrar o Norte

22 de Novembro a 21 de Dezembro de 2021

Durante a época de Escorpião, viajámos às profundezas mais escuras da nossa alma, encarámos a morte nas suas diversas formas, atravessámos o túnel do medo… E agora é suposto fazermos uso das transformações interiores que nos permitimos fazer.

A vida tem uma parte sombria e agora as noites são longas… Contudo, as noites crescem mais devagar nesta fase, à medida que nos aproximamos da data do Solstício (21 de Dezembro) e nos preparamos para o renascimento da Luz.

Nesta fase sabemos que as noites longas não duram para sempre, mas que são necessárias para a preparação de uma nova fase de crescimento. São necessárias para a reflexão, para a introspeção que nos leva a ajustar a rota da nossa vida.

Em Sagitário, somos convidados a confiar na Vida, no Universo. Os nossos olhos voltam a fixar-se em cima e ao longe, com visões inspiradoras do caminho a seguir. É altura de nos enchermos de Fé, de Esperança e de avançarmos com as nossas vidas, com as diversas missões que assumimos.

É tempo de nos deixarmos levar em aventuras, tanto exteriores, como interiores. É tempo de conhecermos mais do mundo e mais de nós próprios. A nossa sede de aprender é maior nesta fase e devemos nutrir esta necessidade. Em que áreas queremos ganhar conhecimento?

O nosso espírito eleva-se e temos maior liberdade para criar novos pensamentos, para imaginar um futuro diferente. O símbolo do arco e flecha remete-nos para a fixação de um alvo, de objetivos supremos, para a criação de uma visão para a nossa vida, para o nosso futuro.

Esta é uma excelente altura para pensarmos acerca do que seria de tão bom termos ou desenvolvermos na nossa vida. Tentemos fazer crescer a esperança em nós, com afirmações deste tipo: «Seria tão bom se…».

Sendo esta uma fase para alargar perspetivas e desenvolver visão positiva e otimista, tentemos não negar possibilidades. A maior parte das vezes temos uma noção muito reduzida daquilo que é possível. Tentemos ao máximo confiar nas mais diversas maravilhosas formas que a Vida tem de nos surpreender.

Nesta altura, procuramos respostas, procuramos a Verdade, procuramos o Conhecimento. Tudo isto é bastante positivo, desde que nos permitamos ter as experiências e não bloquear o diálogo, a comunicação nos dois sentidos. Podemos ter, por vezes, certezas e ideias absolutas que nos poderão causar problemas, conflitos e discussões. O melhor é sempre escutar e tentar perceber a outra (ou as outras) perspetivas em causa. Esse é o caminho de crescimento que pretendemos.

Além de precisarmos de ter cuidado com o surgimento da certeza absoluta em nós, daquela que podemos querer tentar forçar nos outros, também precisamos de ter cuidado com o simples e grandioso exagero, com o excesso de confiança que nos faz perder as bases seguras.

É certo que é tempo de aventuras, de romper com muitas das nossas limitações e ir além de onde costumamos ir, mas, como é óbvio, não devemos arriscar tudo. No entanto, se não arriscarmos nada, será que estamos realmente a viver?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: