O inesperado nas relações

Vénus em quadratura com Úrano – 19 de Março

O planeta mais ligado às relações está a transitar pelo signo de Aquário, de onde, por estes dias, forma um aspeto com Úrano, trazendo à baila surpresas, alterações, imprevistos e revelações entre nós.

É uma altura ideal libertarmos algum padrão de relacionamento que nos tenha trazido problemas no passado. Temos uma elevada consciência dos erros já cometidos e algum medo de voltar a repeti-los, mas ao mesmo tempo temos um desejo enorme de maior estabilidade, conforto e segurança emocional. Desta forma, conseguimos esforçar-nos por fazer diferente, criando novas formas de relacionamento.

Quando os problemas surgem, muitas vezes apontam-se as diferenças que existem entre as duas partes como a origem deles. Contudo, por vezes os problemas estão nas semelhanças – características que o outro nos mostra que não reconhecemos em nós, mas que precisamos de reconhecer (e talvez alterar).

De qualquer forma, há um ponto comum, a meu ver, no surgimento dos problemas relacionais: o afastamento, a falta de comunicação, a recusa em colocar-se nos sapatos do outro. Destas pequenas falhas, dia após dia, começam a criar-se fossos que acabam, mais cedo ou mais tarde, por se tornar intransponíveis.

Este aspeto pede-nos que libertemos alguns comportamentos que podem ser nocivos para as nossas relações. É altura de nos aplicarmos de forma consciente em fazer diferente. Em fazer melhor.

E o que é «fazer melhor»?

Devemos refletir sobre isto, já que cada um terá maneiras especiais de se enlear nas suas relações…

Em geral, devemos procurar reformular as nossas uniões de forma a que tenham uma base de amizade mais forte, ou seja, em que há um reconhecimento de pontos em comum, uma interajuda e um respeito pelas diferenças, assim como pela independência e pela liberdade de cada um.

Um bom nível de amor próprio é sempre o ponto de partida para relações saudáveis e equilibradas. Portanto, é daqui que devemos partir. Estaremos a cuidar bem de nós, ou temos deixado de nos importar connosco, desperdiçando tempo, dinheiro e energia com coisas que não nos acrescentam nada? Talvez seja altura de renovarmos a nossa imagem, ou de fazer uma poupança, ou de alterarmos a alimentação…

Às vezes pesa-nos a quantidade de poder que temos sobre a nossa vida. Preferimos acreditar na sorte e esquecer que o amanhã depende em grande parte do que fazemos hoje.

Mas agora não é altura de nos perdermos em inseguranças e medos e sim de nos tornarmos mais presentes, connosco e com os outros.

O que podemos fazer agora de diferente para melhorar as nossas relações?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: