Lua Cheia em Leão

Alegria em família – 9 de Fevereiro de 2020

Como uma Lua Cheia ocorre quando a Lua se opõe ao Sol e recebe plenamente toda a sua Luz, no mês de Aquário, a Lua Cheia acontece no signo oposto – Leão.

Os temas de Aquário estão relacionados com o futuro, com a maneira como estamos a progredir, com o que vai mudar (e com o que temos de mudar). Descobrimos e procuramos maneiras diferentes de ver a vida e de dar passos em frente. É uma energia de libertação e por isso salta-nos à vista aquilo que nos faz sentir presos e oprimidos. Se não tivéssemos consciência do que nos prende, do que nos impede o avanço, a melhoria, seria impossível seguir em frente.

Por isso, é importante agradecer as experiências frustrantes que estamos a ter, pois elas constituem passagens de nível no nosso caminho. São como dores de crescimento, desconfortáveis, mas de certa forma inevitáveis, se o nosso objetivo for evoluir (e esse deve ser sempre o nosso maior objetivo).

Com a energia de Aquário também tomamos maior consciência dos grupos a que pertencemos, do nosso papel dentro deles de que maneira devemos contribuir. Surge um maior entendimento do papel da família nas nossas vidas.

Temos o foco ligado nas nossas «famílias», nas nossas redes sociais (virtuais e não virtuais) – ajustamos não só as nossas ligações familiares propriamente ditas, mas também as nossas ligações com amigos, ajustamos as nossas ligações de trabalho…

Ajustamos o nosso papel em todas estas relações e ainda temos a oportunidade de perceber qual é a diferença que estamos a fazer – na nossa casa, no nosso trabalho, na nossa sociedade, no nosso mundo – e qual é a diferença que queremos fazer.

Que ideais nos motivam, que valores queremos defender, pelo que é que estamos dispostos a lutar?

Tudo isto representa a energia aquariana que estamos a trabalhar.

Quando a Lua chega ao signo de Leão, o que acontece este fim-de-semana, vem ajudar-nos a sair um pouco mais da nossa cabeça, das nossas ideias e preocupações e aproveitar a vida, aproveitar o momento.

Leão é o signo mais ligado à alegria, à diversão, à criatividade. E, nesta altura, lembra-nos de que nem tudo é lógico, nem tudo é «frio», nem tudo é «organização». Ainda que a vida seja bastante trabalhosa, por vezes dura, devemos enchê-la sempre de felicidade.

Leão ensina-nos que a felicidade não é algo pelo qual devemos esperar. É algo que devemos fazer acontecer. Agora.

Ensina-nos a não esperar as circunstâncias «ideais» para sermos felizes.

Podemos, a qualquer momento, fazer uso do nosso livre arbítrio para mudar a forma como respondemos às circunstâncias.

Podemos carregar-nos de entusiasmo e alegria, devemos lembrar-nos de que temos o poder de fazer a diferença, onde quer que estejamos. Temos o dever e a responsabilidade de alimentarmos a nossa vontade de viver e de nos divertirmos enquanto cá estamos.

A diversão é uma coisa muito séria.

Rir sempre foi o melhor remédio.

As pessoas tendem a acreditar muito no poder dos medicamentos para alterar o que se passa dentro do corpo, esquecendo contudo o poder que o próprio organismo tem para se regular e curar.

Rir, sorrir, dançar e abraçar são daquelas coisas simples que alteram os químicos em circulação no sangue e nos curam verdadeiramente.

Nesta Lua Cheia, escolham ser felizes.

Mudanças Eletrizantes (19 a 25 de Janeiro)

Nos próximos dias, temos o Sol a entrar no signo de Aquário, o que simboliza a entrada numa energia de novidade, de evolução e revolução. As nossas mentes são recarregadas e as ideias jorram. Há uma preocupação em cultivar aquilo que temos de diferente e único, para que todos possamos beneficiar disso.

Ao fazer a sua entrada em Aquário, o Sol vai relacionar-se numa quadratura com Úrano, em Touro. São duas energias que precisam de algum trabalho da nossa parte para se harmonizarem. É uma daquelas fases em que somos levados a mudar alguma coisa, mesmo que não queiramos.

Podem surgir imprevistos e podemos chegar a sentir-nos no meio de um ambiente caótico.

A sensação de caos é normal, quando a vida se está a reajustar a uma nova fase…

Podem surgir situações que nos façam «quebrar» ou que nos relembrem das nossas «quebras» …

E onde está o nosso poder no meio disto tudo?

Se retirámos alguma lição da energia capricorniana do último mês, terá sido a de reconhecer onde reside o nosso poder. Normalmente descobrimos um grande poder quando nos comprometemos a dar um passo de cada vez, sem parar, sem desistir, ultrapassando medos e contornando obstáculos. A prática da persistência, da paciência e da resiliência leva-nos a subir vários níveis na escala de auto-valorização.

E esta valorização pessoal vai estar em foco nesta semana. Demasiadas vezes cometemos o erro de esperar que a valorização venha de fora, das pessoas com quem nos relacionamos, dos chefes, do companheiro(a), do filho(a), dos pais, dos colegas… E depois acabamos por, inconscientemente, adequar as nossas ações e comportamentos ao valor que achamos que os outros nos dão.

É altura de mudar o jogo. Radicalmente. A vida é um jogo que acontece principalmente dentro das nossas mentes.

E agora temos uma grande oportunidade para ganhar mais e melhor no jogo da vida. Devemos investir tempo em reconhecer o nosso valor e em fazê-lo crescer. Devemos apostar em nós e naquilo que nos faz sentir especiais e cultivar isso, cada vez mais. Devemos fazer um compromisso com a nossa própria evolução, com a nossa própria melhoria contínua.

Não devemos baixar os braços e deixar o tempo passar. É altura de rejuvenescer, de experimentar maneiras diferentes de viver, de manter o prazer da descoberta vivo…

É altura também de redefinir a nossa zona de segurança. Associamos a nossa segurança e o nosso conforto à casa onde estamos habituados a viver, ao local de trabalho habitual… E, quando esses lugares mudam de alguma maneira, lá vai a nossa segurança abaixo…

Acontece que o nosso lugar seguro tem de ser em nós, tem de ser o nosso corpo, a nossa mente. É aí que temos de tornar a energia acolhedora, estável, reconfortante e segura. Porque isso é o que está ao nosso alcance controlar… O resto é uma mudança constante, cujo propósito é fazer-nos crescer em consciência…

Dia 25, celebra-se o Ano Novo Chinês, assinalado por esta Lua Nova. Olhem em frente, insistam em ser um bocadinho melhores a cada dia, a cuidarem um bocadinho melhor de vocês a cada dia… O que de melhor temos para dar ao mundo não é aquilo que temos, é aquilo que somos… Feliz Ano Novo!

Eclipse Lunar em Caranguejo

Dia 10 temos a Lua Cheia, que vai ser um eclipse lunar penumbral. A sombra da Terra impede que a Lua seja iluminada como o normal, mas não será um fenómeno muito perceptível. Aos olhos. Porque energeticamente marca um ponto de extrema importância.

Neste momento temos cinco planetas em Capricórnio e esta semana vai acontecer a conjunção exacta entre Plutão e Saturno, neste signo.

Isto significa que os grandes desafios do último ano, as maiores dificuldades que vivemos, já nos empurraram até ao ponto em que nos sentimos preparados para mudar.

Esta fase é de uma renovação imensa, depois de encararmos as nossas limitações e inseguranças, os nossos medos, os nossos erros. Agora chegou a hora de crescer de uma forma bastante óbvia, de fazer uma grande passagem de nível na nossa vida.

Esta passagem de nível pode ser assustadora, porque, por um lado, implica que há alguma coisa em nós ou na nossa vida, que termina. E nós tendemos a desenvolver apegos a tudo, porque gostamos do sentimento de segurança que vem do saber que amanhã tudo será mais ou menos previsível, mais ou menos igual ao que foi hoje. Até ao que é mau nos apegamos, só para termos algo que nos dê a aparência de certeza e constância.

Acontece que agora chega um fim, há um capítulo que acaba, relembrando-nos de que a vida é feita de inícios e fins, de ciclos… E relembrando-nos que até a própria vida é apenas uma passagem… e tão efémera… Quando chega ao fim, parece que foi apenas um piscar de olhos.

Lembramo-nos agora do tempo e de como ele passa depressa e sentimo-nos quase obrigados a criar novas estruturas de vida, aceitamos novas responsabilidades, empenhamos todos os nossos esforços para voltar a ter aquele sentimento de segurança, de estabilidade, de perdurabilidade…

A estrutura familiar está a ser totalmente redesenhada. Está na altura de criarmos novas bases familiares. Já vimos e sentimos bem onde estão os pontos fracos, agora é altura de agir para os fortalecer. Provavelmente sabemos bem qual é a parte que nos compete…

Quanto à Lua, em Caranguejo… Ela chama-nos para dentro de nós. Para deixarmos de andar entorpecidos e para nos deixarmos sentir. É impossível criarmos laços fortes e duradouros sem mostrarmos vulnerabilidade. É na sensibilidade que está a nossa força. Somos seres emocionais e devíamos sentir-nos mais à vontade com isso.

São as emoções que nos unem, não são os contratos nem as obrigações, nem as regras nem as tradições.

Não só nos unem, como as emoções são o que nos faz sentir vivos. No final, a vida não é «medida» em anos, dias e horas. É medida em emoções, é medida nas ligações que fizemos com os outros.

Está na hora de acertarmos o nosso relógio emocional, de aproximarmos as ligações que fazem os segundos contar, que fazem a vida ter sentido.

Feliz eclipse!

Finais e Compromissos

Estamos a sair um pouco da neblina por onde temos passado. A sensação de andar «perdido» ou um bocadinho fora da realidade tem-se feito sentir. Também pode ter sido sentido o desejo de nos alhearmos da realidade, de fugirmos de alguma forma.

Estes momentos, em que nos sentimos descompensados ou desregulados, são os momentos ideais para nos virarmos para dentro e nos questionarmos em que direção queremos ir.

E a direção em que seguimos até é algo bastante secundário. O principal é quem queremos ser. Em crianças somos levados a acreditar que temos de ser «uma profissão». E tantas vezes, as pessoas deixam de acreditar nos seus sonhos e vão percorrendo a vida aos trambolhões, sentindo-se obrigadas a isto e àquilo, sentindo-se reprimidas pelas circunstâncias…

Esta energia que sentimos agora está a desconstruir-nos, de várias formas, para que possamos reinventar-nos.

Saltam-nos à vista as nossas intolerâncias, as nossas falhas… Salta-nos à vista aquilo que nos prende.

E por isso é altura de fazer enormes mudanças, de formas muito reais e práticas. A visão que temos da realidade está a mudar e está a alargar-se e, como tal, precisamos de ajustar a nossa vida, o nosso mundo, a essa nova visão que estamos a desenvolver.

É um período sério, é um período de compromisso connosco e com os outros.

A partir do momento em que aceitamos curar partes da nossa personalidade, descobrindo que podemos ser um pouco diferentes, um pouco melhores em alguns aspetos, os caminhos abrem-se, sóbrios e imponentes.

Precisamos de tomar grandes decisões, decisões importantes. Para o fazer, temos de parar para perceber com o que realmente nos queremos comprometer a longo prazo. É altura de enveredar por um caminho que sentimos como sério, duradouro e que nos permitirá sentir segurança e estabilidade. Como tal, vamos ter de abdicar de algumas coisas (como formas de agir ou de pensar), que podem até já ter sido importantes para nós, mas que agora devem ser abandonadas, como confirmação do nosso total compromisso com o novo caminho.

De vez em quando, a Vida trata de nos recordar como tudo é efémero, passageiro, de como tudo, mais cedo ou mais tarde, termina, para dar lugar a outras coisas, a outras fases, a outros lugares…

Estamos numa dessas fases, em que precisamos de terminar alguns padrões para criar outros.

Precisamos de sentir em que ponto nos encontramos nas nossas relações. Precisamos de perceber o que não está a funcionar e comprometer-nos a mudar determinados aspetos da relação que a possam fortalecer.

Ainda que possa haver alguém a sair da nossa vida, porque uma fase chega ao fim, nunca somos «ilhas», neste mundo. Nunca estamos realmente sozinhos.

Cada uma das nossas relações vai sair transformada e isso será tanto mais fácil quanto mais rapidamente percebermos que a verdadeira transformação está a acontecer por dentro de nós.

Este período também é de grande importância no que diz respeito ao amor-próprio. Passamos tempo demais a martirizar-nos e a criticar-nos, a criticar a vida que levamos ou simplesmente deixando de acreditar que merecemos melhor.

Está na altura de reforçarmos o nosso compromisso connosco e com a nossa vida. Provavelmente não temos andado a cuidar-nos como devíamos e como merecemos. E é preciso um ponto de viragem.

O amor é tão procurado… É tão idealizado… O conceito que temos de amor é tão causador de ilusões e desilusões… Como a felicidade, existe tanto aquela crença de que a felicidade estará mais à frente, mediante certas condições.

Nem o Amor nem a Felicidade são dependentes de grandes e perfeitas condições.

Estamos numa fase em que podemos descobrir, novamente, que tanto o Amor como a Felicidade podem ser muito simples, podem estar mesmo ao nosso alcance e nós só temos de abrir os olhos.

Aliás, acredito que o Amor e a Felicidade andam de mãos dadas e são, na verdade, capacidades nossas. Não são algo que nos acontece. São sentimentos que fazemos acontecer. Ainda que tenhamos que passar por muitas emoções, algumas delas difíceis de transpor, temos a capacidade de escolher sentir Amor.

Sem grandiosidades desnecessárias, somos capazes de trazer Amor para os nossos dias, para a nossa realidade. Somos capazes e devemos comprometer-nos com isso.

O sentido da vida é aquele que lhe damos. É chegada a altura de voltar a impregnar de Amor o sentido da vida. Nas grandes e nas pequenas coisas.

É o Amor que faz a diferença entre uma refeição para encher o estômago e uma refeição que alimenta. E podemos aplicar isso a todas as coisas que fazemos.

É o Amor que faz a diferença entre uma obrigação e uma satisfação. A situação pode ser exatamente a mesma. Mas se escolhermos agir com Amor, mudamos o seu significado.

Temos de deixar de cair no erro que o Amor depende da sorte e dos outros. O Amor depende de nós. Agora, neste preciso momento, podemos invocar esta energia dentro de nós. Podemos escolher tratar-nos com Amor, podemos escolher fazer cada pequeno gesto com Amor. Podemos escolher, a cada momento, a cada dia, comprometer-nos com o Amor.

E assim conseguimos a Liberdade, descobrimos que não somos, na realidade, dependentes de alguém ou de algo para sentirmos Amor. Podemos sentir Amor por nós e pela Vida.

Que possamos, nos próximos dias, renovar o nosso compromisso com o Amor, que possamos voltar a encher de Amor e beleza a nossa vida, e que possamos libertar-nos dos bloqueios do coração.

O crescimento de cada signo/Ascendente em 2020

Com Júpiter a entrar num novo signo – Capricórnio – por um ano, a área da nossa vida afetada por este planeta também será outra.

Por onde Júpiter passa, leva crescimento, sorte, alegria, abundância, sabedoria, justiça… As coisas, em geral, tornam-se mais fáceis e fluidas.

Precisamos de ter atenção é em não exagerar, em não nos sobrecarregarmos para além das nossas possibilidades…

Uma coisa importante que as pessoas precisam de saber é que TODOS temos TODOS os signos. Há uns signos que vão ter mais importância e influência na nossa vida, na nossa personalidade e no nosso desenvolvimento, mas o nosso mapa contém todos os signos.

Isto significa que todos temos a energia de Capricórnio a influenciar alguma área da nossa vida. E essa área tem estado bem ativa nos últimos dois anos. Agora, com a entrada de Júpiter nessa área, as coisas têm tendência a melhorar, a aligeirar, a resolverem-se…

Tal acontece porque Júpiter traz uma perspetiva alargada dos acontecimentos, ajuda-nos a ver o significado mais profundo daquilo que tem sido visto como sofrimento ou sacrifício… E recompensa-nos em grande pelos nossos esforços.

Seguirá a potencial energia que Júpiter proporcionará a cada signo, mas tenham em atenção que também é importante conhecer o signo ascendente e que previsões mais pormenorizadas requerem sempre uma análise detalhada do mapa astrológico pessoal.

Capricórnio/Ascendente Capricórnio

Júpiter estará na casa 1 em 2020, o que simboliza o início de um ciclo de 12 anos de crescimento.

Este ano é para descobrir o seu verdadeiro Eu e do que realmente é capaz. Vai estar cheio(a) de confiança, sentindo-se mais seguro(a) para demonstrar os seus talentos e capacidades. Ao mesmo tempo, a aprendizagem e o desenvolvimento pessoal serão um grande foco e objetivo, que será conseguido com facilidade.

Vai reparar que terá ao seu dispor toda a ajuda e apoio de que precisar para este crescimento. Por obra da «sorte» ou do «destino», estará na hora certa no local certo, conhecerá as pessoas certas… Estas pessoas também vão beneficiar da sua ajuda e apoio, em uniões mutuamente positivas.

É natural também que ganhe uma visão mais espiritualizada da vida.

Aquário/Ascendente Aquário

Júpiter vai transitar a casa 12. Aqui os efeitos benéficos deste planeta ficam um bocadinho mais «escondidos», porque a ação vai dar-se mais a nível psicológico. Vai haver uma maior abertura para as dimensões espirituais da vida, ou pelo menos, vai aprender muito acerca das suas motivações inconscientes, que agora tem maior capacidade de transformar. É uma altura de fazer as pazes com a nossa «sombra», de lidar com e de libertar os nossos medos.

Há uma maior compreensão de como somos todos um, há uma maior tendência para agir com compaixão, com compreensão e para perdoar…

É um ano de cura e recuperação, que pode ser física, emocional ou espiritual. Também é uma fase de contribuição voluntária, de abrir o coração e colocar-se à disposição de quem precisa de si.

Peixes/Ascendente Peixes

Júpiter vai transitar pela casa 11, a casa da esperança, dos objetivos, dos amigos…

Durante o próximo ano, é natural que se sinta inclinado(a) para participar em mais atividades de grupo, a reunir-se mais com outras pessoas com o mesmo objetivo.

É uma altura para estar com muitas pessoas, para beneficiar da associação com grupos (sejam familiares, de trabalho, de amigos ou de algum tipo de organização).

As suas amizades vão provar-se mais importantes do que nunca, sendo fonte de grande crescimento, aprendizagem e apoio. Há a tendência para criar amizades importantes e duradouras ao longo deste ano.

Também será uma fase para pôr os olhos no futuro e descobrir de que maneiras pode contribuir para um bem estar comum (como pode ajudar a melhorar a vida da sua família, de amigos, o funcionamento das organizações a que possa pertencer…)

Carneiro/Ascendente Carneiro

Júpiter estará a transitar pela sua casa 10.

Aqui, a atenção vira-se para o trabalho e a imagem pública. É uma fase em que vai tentar ao máximo progredir na sua profissão, e a tendência é para os seus esforços serem recompensados. É preciso cuidado, contudo, para não exagerar nas suas capacidades nem nos esforços que terá vontade de exercer.

Esta é normalmente uma fase de progressão na carreira, de reconhecimento público. Vai sentir-se, em geral, mais confiante.

Poderá haver viagens ligadas ao trabalho ou poderá conhecer pessoas de outros países, no trabalho.

Touro/Ascendente Touro

Júpiter estará a transitar pela casa 9 durante 2020, o que terá efeitos bastante positivos.

Há um enorme crescimento da perspetiva que tem da vida. Poderá haver oportunidades para longas viagens, para fazer novas aprendizagens ou até para ensinar outros. A vontade de aprender será grande e, por isso, dedicará mais tempo à exploração de novos assuntos, muito provavelmente ligados à filosofia, psicologia ou religião.

As crenças que estão agora a ser testadas, vão mudar… O melhor é manter uma atitude de abertura para perceber de que forma aquilo em que acredita se vai encaixar de uma forma prática na sua vida. Atenção apenas com a possível atitude de ser dono(a) da razão… O seu maior crescimento nesta fase vai resultar de uma transformação naquilo em que acredita. A sua visão da vida vai alterar-se tanto, que já não vai conseguir viver da mesma forma…

Gémeos/Ascendente Gémeos

Júpiter estará a transitar pela casa 8 em 2020. Esta pode ser uma boa fase para se unir com outras pessoas, com vista a partilhar recursos. As pessoas à sua volta estarão inclinadas para a(o) ajudar de várias formas.

Em alguns casos, poderá haver o recebimento de uma herança ou de um empréstimo.

Este trânsito também vai ajudar a melhorar/curar as dificuldades que tem passado, na medida em que simboliza uma renovação, uma transformação que se vai revelar positiva a longo prazo.

Esta é uma altura para estreitar as suas ligações mais importantes, de abrir totalmente a sua alma, de se conhecer melhor (as suas motivações, os seus medos) e de conhecer mais profundamente as pessoas que lhe são importantes.

É natural que tenha maior tendência para se dedicar a estudos místicos ou ocultos.

Caranguejo/Ascendente Caranguejo

Júpiter estará a transitar pela casa 7 do seu mapa pessoal, durante o próximo ano.

Como a casa 7 é a casa das relações, normalmente existe uma melhoria e um crescimento nesta área. Se estiver numa relação amorosa, esta tornar-se-á mais feliz, se estiver sozinho(a), é provável que surja uma nova relação muito importante.

Mas isto não se aplica apenas a casamentos ou namoros. Cada pessoa com quem se relacionar, seja a nível profissional, familiar ou de amizade, trará uma nova luz à sua vida. Vai sentir que há uma maior entreajuda, uma maior contribuição de ambas as partes.

É uma altura para perceber realmente como existimos no mundo para nos relacionarmos, para nos ajudarmos mutuamente e para, em conjunto, crescermos.

As suas relações mais próximas vão, sem dúvida, ajudá-lo(a) a expandir a sua consciência, a sua visão da realidade…

Leão/Ascendente Leão

Júpiter vai transitar em 2020 pela sua casa 6 (saúde e trabalho).

Isto simboliza, em geral, uma boa saúde e uma boa disposição para enfrentar o dia a dia. Tarefas rotineiras trazem maior alegria e podem até ser fonte de satisfação (afinal de contas, só lava os pratos quem tem comida).

É uma fase em que poderá haver mais trabalho, sem dúvida, mas terá mais gosto em fazê-lo ou será mais bem recompensado(a) por isso.

Cuidado, no entanto, para não ganhar peso, pois pode haver tendência para excessos…

O próximo ano vai ser excelente para reestruturar a sua vida de uma forma que lhe seja muito mais favorável. É uma boa altura para criar novos hábitos e rotinas que o(a) apoiarão a longo prazo.

Virgem/Ascendente Virgem

Júpiter estará a transitar na sua casa 5 (auto-expressão e criatividade), o que significa que se vai sentir muito mais livre para se mostrar realmente, para se expressar sem medos. Como é óbvio, esta energia vai contribuir para a melhoria das suas relações, em especial as de cariz romântico (se não houver nenhuma, há grande probabilidade de surgir).

Se tiver filhos, este trânsito vai ajudar a melhorar e aproximar a sua relação com eles. É natural que o(a) façam sentir mais orgulhoso(a). Também há uma maior probabilidade de gravidez.

É uma excelente fase para dar asas à criatividade, para brincar, para se divertir, para brilhar…

Balança/Ascendente Balança

Júpiter transitará na sua casa 4, levando-o(a) a procurar segurança e paz interior.

Vai sentir melhorias e crescimento a nível do lar, que se podem traduzir na compra de terreno ou de uma casa, mas que sem dúvida se vão sentir nas relações familiares, onde os problemas se dissipam e se cria um ambiente mais harmonioso.

É uma fase para criar mais segurança, para fazer crescer as raízes (se for esse o seu desejo).

Esta maior segurança também se vai sentir a nível psicológico, pois terá mais confiança e maturidade para lidar com aquelas partes de si que antes lhe poderiam causar algum medo. Isto permitir-lhe-á uma enorme mudança interior.

Escorpião/Ascendente Escorpião

Em 2020, Júpiter transitará pela sua casa 3. Sendo esta a casa relacionada com os irmãos, caso os tenha, a sua relação com eles será bastante favorecida e provavelmente mais benéfica para si do que normalmente.

Pode ser necessário fazer mais viagens do que o normal. Todas as comunicações, em geral, estarão favorecidas. Poderá dar por si a falar mais (e mais abertamente) ou a escrever mais, terá mais vontade e oportunidades de aprender em diversos campos.

Esta é uma fase em que está mais predisposto(a) a abrir horizontes, a ver a vida de outra forma, a alargar as suas fontes de informação. Neste processo, pode começar a perceber como aquilo que via como obstáculos exteriores, não passavam de limitações interiores. A alteração da sua forma de pensar, pode alterar rapidamente, para melhor, a maneira como vive o dia-a-dia.

Sagitário/Ascendente Sagitário

Este ano, Júpiter transitará pela segunda casa do seu mapa, o que vai fazer crescer, na sua vida, aquilo a que dá mais valor.

Muitas vezes isto relaciona-se com maiores ganhos financeiros, mas também muitas vezes vem atrelado a maiores gastos…

O importante é descobrir realmente aquilo que mais valoriza, para colocar aí os seus recursos. Ou seja, não vale a pena gastar dinheiro numa coisa que, provavelmente, pouco depois não vai usar; mas vale a pena gastar (muito) dinheiro em algo que lhe permite aproveitar melhor a vida.

Mas os seus recursos não são apenas o dinheiro. São o seu tempo, são os seus talentos, as suas capacidades. É altura de perceber como os pode investir melhor para colher mais benefícios… Ao longo do próximo ano vai-se dar mais conta do valor pessoal que tem e tem a oportunidade de concretizar mais facilmente os seus desejos ou objetivos.

Ao dar-se conta do quanto tem, vai dar por si a ser ainda mais generoso(a).

2020 – Resultados acrescidos

Júpiter em Capricórnio

Dia 2 de Dezembro, Júpiter entra em Capricórnio, onde se passeará por um ano.

Ao longo do último ano, Júpiter (em Sagitário) esteve a mostrar-nos novas visões para a nossa vida. Deu-nos a entender significados e propósitos e abriu caminhos para explorarmos… Ajudou-nos a descobrir possibilidades e voltou a encher-nos de esperança…

Tornar a sorte real

Agora, está na hora de cair na real. E, simultaneamente, de elevarmos a realidade.

O grande Júpiter, o maior planeta do sistema solar, aquele que traz crescimento e abundância, vai-se juntar à energia de Capricórnio, que tem estado bastante densa.

O signo de Capricórnio representa, em geral, as nossas conquistas materiais, físicas, o nosso trabalho, o nosso esforço, a nossa persistência, a nossa maturidade…

Será de esperar que a passagem de Júpiter por Capricórnio nos traga os resultados dos nossos esforços… O merecido sucesso

Sem dúvida será mais óbvia a ligação entre uma ação e a sua consequência, porque Júpiter é uma espécie de lente de aumentar…

Júpiter representa «sorte» e «abundância», e por isso podemos esperá-las. Agora… em Capricórnio, esta «sorte» e «abundância» vão estar intimamente relacionadas com trabalho e esforço.

É altura de domar aquela parte de nós que se quer divertir, aproveitar a vida, descontrair… e de canalizar toda a energia na concretização daquilo que é de maior importância para nós.

Não é que nos deixemos de divertir… O que há é a tendência para encontrar a alegria, a satisfação, a felicidade em coisas que nos façam sentir mais responsáveis e maduros.

Não é que nos deixemos de divertir… O que há é a tendência para encontrar a alegria, a satisfação, a felicidade em coisas que nos façam sentir mais responsáveis e maduros.

E como vamos ter a atenção mais virada para aquilo que é mais sério, para a vida que queremos realmente construir, vamos ver realidades passadas a cair, a morrer…

Assim que deixamos de dar a nossa energia a algo na nossa vida, esse algo não pode continuar a existir. A existência e o crescimento das diferentes partes ou áreas da nossa vida e a forma que elas tomam está intrinsecamente ligada à energia que lhe damos. É sempre positivo avaliar com que tipo de energia estamos a alimentar as diferentes áreas da nossa vida:

Temos estado a alimentar as nossas finanças com preocupação ou com confiança?

Temos estado a alimentar as nossas relações com amor e atenção ou com medo e insegurança?

Temos estado a alimentar o nosso trabalho com alegria e entusiasmo ou com aborrecimento e insatisfação?

Temos estado a alimentar a nossa saúde com cuidado e esmero ou temo-la tomado como dado adquirido?

Avanços enormes na nossa realidade

Muitos de nós, felizmente, vivem em sorte e abundância em determinadas áreas da vida. E como essa abundância se tornou tão natural, tão normal, deixamos de lhe dar o valor tão merecido, esquecemo-nos do sentimento de gratidão, que mantém a abundância em circulação, ativa.

O ano de 2020 vai permitir-nos reencontrar a abundância nas nossas vidas, levando-nos a trabalhar com foco para termos as recompensas que desejamos, aquelas que são realmente importantes para nós.

Os resultados vão estar bastante ampliados e vão ser bastante palpáveis, por isso vamos lá gente, vamos colocar a energia que interessa naquilo que interessa e preparar-nos para grandes avanços na nossa realidade!

Lua Nova em Sagitário

Dia 26 de Novembro, a Lua encontra o Sol, no esperançoso signo de Sagitário.

Aquela chama que nos aquece o espírito, que nos eleva a Alma, faz-se sentir.

Somos chamados de volta à jornada, voltamos a acreditar que é possível.

Usar a intuição, a bússola interior

Este é um tempo para deixarmos que a nossa intuição nos guie, o caminho pode não ser lógico, de todo. Até porque, muitas vezes, o que sentimos como lógico é apenas algo que conseguimos esperar ou justificar através do que já aconteceu e através do que nos programam para acreditar.

Devemos dedicar-nos a encontrar a nossa Verdade. Esta Lua impulsiona-nos para ganhar conhecimento – um livro que nos abre horizontes, uma conversa que nos desperta, uma viagem que nos anima…

Surgem visões do que poderá ser o nosso futuro e é o nosso dever colocar a nossa atenção, a nossa fé e os nossos esforços na concretização positiva dessas visões.

Aprendemos a ter medo de falhar, aprendemos a ter medo de nos desiludirmos, de desiludirmos os outros… E assim temos atado mãos e pés.

A energia de Sagitário, que todos temos ativa em determinadas áreas da nossa vida, lembra-nos para olharmos em frente, para voltarmos a partir em conquista daquilo em que acreditamos, para defendermos os nossos ideais, a nossa Verdade.

É uma boa altura para fazer cair as máscaras, libertar dores e devolver entusiasmo e otimismo à vida.

Devemos treinar o cérebro para ver o melhor de cada situação, o melhor de cada pessoa. Aquilo a que damos mais atenção, é o que veremos crescer…

Precisamos de nos certificar que nos focamos no melhor. As pessoas são formatadas para acreditarem que têm de andar «informadas». E muitas vezes, andamos informados acerca de coisas que não nos interessam (como a vida particular alheia de gente «famosa», nem que seja na terrinha) e acerca de coisas que nos fazem sentir infelizes e impotentes.

Então, talvez agora devamos agarrar a oportunidade para arranjar uma nova maneira de nos informarmos. Devemos ser mais seletivos na nossa dieta mental. O que ouvimos e lemos vai-se tornar tão parte de nós como a comida que ingerimos.

Precisamos de ganhar mais consciência do tempo que passamos a «engolir» coisas que não nos são necessárias.

O nosso tempo é precioso.

Devemos escolher usá-lo em nosso benefício e em benefício dos outros.

Se não estamos a crescer, a melhorar, a contribuir, a curar, a evoluir (nas diversas áreas da nossa vida – relações, trabalho, saúde, estudos…), estamos a fazer o quê?

Hoje em dia é fácil demais dispersarmo-nos, distrairmo-nos e não chegar a lugar nenhum, passando o tempo quase todo com uma sensação de dormência que às vezes toca a infelicidade.

Uma vida feliz é uma vida propositada. E esta lua permite-nos calibrar o nosso propósito, qualquer que ele seja para cada um.

Embora os nossos propósitos tenham aspetos muito diferentes, eles têm uma coisa em comum – quando dedicamos os dias aos nossos propósitos, as nossas Almas voltam a brilhar.

Que cada passo da vossa caminhada seja abençoado pela felicidade!

Milagres Reais

Vivemos dias empolgantes que podem e devem ser usados para dar um grande salto nas nossas vidas.

Hoje, dia 22, o Sol entra em Sagitário, o que, em geral, contribui para aligeirar as situações. Ao longo do último mês temos andado a reunir forças, a recuperar o nosso poder e agora estamos prontos para erguer de novo a cabeça e encararmos os nossos desafios com mais entusiasmo.

Como a nossa perceção do mundo, o entendimento que temos da realidade, se alargou bastante ou está, neste momento, a alterar-se, conseguimos resolver os nossos problemas com maior facilidade. Por um lado, quando a nossa consciência se altera (através da aprendizagem, da experiência, da meditação, da cura energética…), há problemas que simplesmente deixam de existir. Deixam de ser preocupações. Ficaram num nível inferior, onde já não nos encontramos. Por outro lado, a nossa nova consciência também nos permite encontrar rapidamente soluções que antes não estavam ao nosso alcance.

Dias de cura e libertação

Ao mesmo tempo que o Sol entra em Sagitário, vai contactar de forma positiva com Quíron (o curador ferido). Este aspeto é uma oportunidade grande de cura, que deve ser aproveitado por nós da melhor forma. Ou seja, como a energia é propícia à cura, seja ela física, emocional ou espiritual, devemos fazer a nossa parte do processo e o resultado será facilmente conseguido. E aquilo que for necessário fazermos salta rapidamente à vista. Para uns pode ser tão simples como um chá ou uma sopa de legumes, para outros poderá ser uma conversa importante com alguém ou com a página de um diário, para outros poderá ser um exercício, uma caminhada…

Amor e outras recompensas do Universo

Dias 22 e 23, a Lua estará a passar por Balança, lembrando-nos de viver mais equilibrados, de apreciar a beleza em nós e ao nosso redor… O foco também muda, em geral, para as pessoas à nossa volta. Tem de haver diálogo, algumas negociações e decisões. A Lua vai fazer aspeto com Saturno e Plutão, recordando-nos o karma, com cenários que nos fazem perceber a nossa responsabilidade no que está a acontecer. Somos chamados a agir, a estender a mão, a reorganizarmos de alguma forma a nossa vida para podermos satisfazer melhor necessidades de quem precisa de nós.

Agora, os dois melhores planetas estão a encontrar-se por estes dias: Júpiter e Vénus. É a combinação do amor, da beleza, do conforto, daquilo que valorizamos, com a abundância, a generosidade, a grandiosidade…

É uma altura para reencontrarmos os nossos verdadeiros valores, os desejos da nossa Alma e agirmos a partir daí.

As relações (de todos os tipos) estão beneficiadas, porque os corações estão mais abertos e porque há uma energia de crescimento muito agradável. Há uma compreensão mútua, há uma maior vontade de colaborar, de partilhar… Há um foco num objetivo comum, ou ainda melhor, num caminho comum, onde, de repente, parece que os obstáculos ou os impedimentos se desvaneceram.

Este trânsito é sinónimo de sorte. Simboliza o recebimento de uma energia maravilhosa, o resultado do bom karma – cenários resultantes de ações anteriores positivas. É a perceção da abundância e da felicidade, que ficam tão ao nosso alcance, quando a nossa energia muda.

Acerca da mudança da energia…

Precisamos de nos recordar que tudo é energia. Quanto mais tivermos este conceito presente, melhor para nós. Porque é isto que nos vai ajudar a transformar a nossa «realidade». Marte em oposição a Úrano está a acelerar a energia, o que pode ser percebido como ansiedade, desassossego ou algumas libertações emocionais um tanto «explosivas».

É um impulso enorme para seguirmos numa nova direção. Não dá para ficarmos parados, não dá para seguir exatamente pelo mesmo sítio e à mesma velocidade. É altura de romper totalmente com as nossas prisões e de voltarmos à aventura. É altura de explorar territórios que nos podem assustar um pouco, mas que nos permitem descobrir a verdadeira matéria de que somos feitos.

Photo by Oriana Fowler

Está na altura de demonstrar coragem, de explorar o nosso lado emocional, de quebrar com comportamentos originados em situações traumáticas.

Somos energia – a energia não pode ser destruída. Só pode ser transformada. E a nossa atenção é a ferramenta que temos para mudar a energia.

Assim, vamos colocar a nossa atenção no significado mais profundo da nossa vida. Vamos colocar a nossa atenção em fazer o melhor que pudermos hoje. E o mesmo amanhã, se ainda cá estivermos. Coloquemos a nossa atenção nos milagres. Milhões de reações químicas, soberbamente organizadas, têm de acontecer, a todo o instante, dentro do nosso corpo, no interior das nossas células, para que consigamos estar vivos agora, neste preciso momento. Isso é um milagre. Vamos aproveitar e fazer o nosso melhor a partir daí.

Vamos aproveitar e abrir-nos às inúmeras e milagrosas oportunidades e possibilidades que temos pela frente.

Vamos aproveitar e ser felizes!

Lua Cheia em Touro

A Lua Cheia em Touro vai ser no dia 12 de Novembro.

O Sol convida-nos, durante a época de Escorpião (23 de Outubro a 22 de Novembro) a explorar o nosso lado oculto e a transformar partes de nós e das nossas vidas que já não nos servem. Leva-nos por um caminho em que temos de encarar as nossas fraquezas, mas é por esse mesmo caminho que reencontramos o nosso poder.

É uma fase de reencontro com nós próprios e de união com a nossa Alma.

Mas é também uma fase de reencontro e união entre Almas. Estamos numa fase em que as ligações entre as Almas, os «contratos» entre Almas podem ser rearranjados. A libertação e transmutação de karma está facilitada, a tomada de consciência de padrões de comportamento e de relacionamento está a permitir o ancoramento de uma nova energia. Uma energia mais calma, centrada, amorosa, responsável.

E responsabilidade é uma grande palavra, neste tempo em que vivemos energias tão importantes em Capricórnio. Abdicamos da nossa responsabilidade vezes demais e admiramo-nos depois quando nos vemos estagnados (para não dizer pior) em tantas áreas, como o trabalho, as relações, o dinheiro ou a saúde.

Estamos numa fase de grande importância, é claro que cada um a vivenciará à sua maneira, mas passa muito por assumir a responsabilidade, por retomar as rédeas da sua vida e reclamar de volta o seu poder.

A Lua em Touro vem presentear-nos com estabilidade, vem relembrar-nos do tanto que temos e pelo qual podemos sentir-nos gratos. A lição de Touro está relacionada com a descoberta do valor – o valor das coisas, sim, mas principalmente o valor que nos damos.

Esta semana somos levados a perceber que valor achamos que temos e a equilibrar esse conceito, se tal for necessário. Pessoas que se desvalorizam, que não têm a auto-estima saudável, não fazem as melhores escolhas para si porque, inconscientemente, acham que «não merecem».

Então, devemos olhar um pouco mais para dentro de nós, para as nossas vidas e perceber de que forma podemos investir melhor a nossa energia. Sim, porque quem se valoriza, investe melhor em si e na sua vida. Investe no seu desenvolvimento, no seu conforto, na sua saúde, na sua imagem… Investe melhor a sua energia, o seu tempo e o seu dinheiro.

Aquilo onde investimos a nossa energia, a nossa atenção, o nosso tempo ou o nosso dinheiro, é aquilo que vemos crescer ou melhorar. É bom fazermos um ponto da situação agora e realinhar a direção. Lembremo-nos da tal responsabilidade. O que cai do céu é chuva e é preciso que tenhamos sorte. Para o resto, é preciso usarmos a vontade. Muitas vezes não se faz um bom uso da vontade porque simplesmente não acreditamos nas possibilidades. E não acreditamos nas possibilidades porque, no fundo, achamos que não merecemos.

Esta é uma Lua de Valor e de Compromisso.

Temos de reconhecer o nosso valor, para podermos receber o que a vida tem de melhor.

Temos de reconhecer o nosso melhor, para podermos dar o nosso melhor.

O compromisso…. O compromisso está em fazer crescer aquilo que é mais valioso para nós.